2ª CIRCULAR VI ENCONTRO NACIONAL e XI FÓRUM ESTADO, CAPITAL, TRABALHO

2ª CIRCULAR

VI ENCONTRO NACIONAL e XI FÓRUM ESTADO, CAPITAL, TRABALHO – ENGPECT

GPECT/CNPq/UFS – Campus São Cristóvão SE

É com grande satisfação que encaminhamos a 2ª Circular do VI ENCONTRO NACIONAL (ENGPECT) e XI FÓRUM do Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho/GPECT que será realizado de 24 a 27 de agosto de 2021.

Diante do atual cenário, o Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho, e as Políticas de Reordenamentos Territoriais (GPECT) propõe a discussão da temática: Capitalismo e Barbárie: A Alienação como projeto de Espoliação da Condição Humana.

Nosso Tema está pautado na seguinte argumentação:

As contradições do sistema metabólico do capital contêm incontroláveis forças destrutivas. No capitalismo hodierno, a absurda capacidade produtiva e o inevitável aumento da riqueza contrasta, imediatamente, com a incapacidade de atendimento das necessidades humanas mais básicas e o consequente aumento da miserabilidade de bilhões de pessoas em todo o mundo. A condição brutal, em que está submetida a sociedade, se revela no processo de produção e na atividade produtiva. O trabalho deixa de ser cada vez mais condição de satisfação de vida, naturalizado como moeda de troca/dinheiro – fetiche de satisfação de mercadorias, submetido a espoliação extrema para a garantia de 1% da população mundial que detém a riqueza dos 99% restantes.

Os aparelhos ideológicos do Estado, estimulam o individualismo, a competição, o egoísmo, o ódio, a usura. O humano se vê reduzido à condição animal da dominação do sistema sociometabólico do capital. Alienados do reconhecimento objetivo de sua vontade, em busca de saídas mitológicas perdem sua condição de sujeitos reais da transformação de si e da história, estranhados da sua própria condição de Humanos.

Face à condição do desumano, aprisionados à realidade crítica que estamos vivenciando, agravada nesse momento pela pandemia da Covid-19 que se apresenta como resultado da irreversível crise estrutural do capital, requer uma análise igualmente crítica e estrutural por meio de suas categoriais mais essenciais. Objetivar a alienação, como questão central no capitalismo de barbárie, significa direcionar os esforços do pensar-agir em direção à uma práxis necessária e orientada à superação do poder destrutivo do capital.

Para desenvolvermos esse Debate asatividades e modalidades do VI ENGPECT e XI FÓRUM do GPECT – 2021 compreenderão: Conferência de Abertura; Mesas Redondas e Grupos de Trabalho com participação direta de estudantes, professores da Educação Básica, Ensino Médio e 3º Grau, Movimentos Sociais do campo e da cidade. 

DATA: 24 a 27 de agosto de 2021.

LOCAL: On line via plataformas de streaming

PROGRAMAÇÃO

24.08.2021 – ABERTURA

Mesa 1. Capitalismo e Barbárie: a Alienação como Projeto de Espoliação da Condição Humana

25.08.2021

Mesa 2. O Mundo do Trabalho e o Fetiche da Mercadoria. As Novas Facetas da Alienação

Dia 27.08. 2021

Mesa 3. A educação instrumento da alienação!? – a Escola e a Negação do Humano

GRUPOS DE TRABALHO (GT’s)

Os Grupos de Trabalho (GT’s) constituem Espaços para exposição, reflexão, análise, discussão, diálogo e, especialmente, de socialização e contribuição de experiências de produção científica, atuação em projetos, trabalhos de campo etc., e estão articulados aos Eixos Temáticos. Compreende uma reunião de grupos de pesquisadores (estudantes, professores e demais sujeitos envolvidos no debate), com trabalhos previamente enviados e com proximidade temática a partir dos eixos do Encontro.

GRUPOS DE TRABALHO (GTs) e seus Eixos Temáticos

GT1: Estado, Território e Políticas Públicas

GT2: Campesinato e Agronegócio

GT3: Conflitos sociais e estratégias de luta

GT4: Crise Estrutural e a Reconfiguração do Mundo do Trabalho

GT5: Educação, alienação e emancipação: formação, ensino e prática docente

GT6: A Natureza e o sistema sociometabólico do capital

São Cristóvão – SE, 22 de março de 2021

Comissão Organizadora

Prof.ª Dr.ª Alexandrina Luz Conceição

________________________________________________________

Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho e as Políticas de Reordenamentos Territoriais CNPq/PPGEO/UFS

Laboratório de Estudos Agrários – LEA, DID 2, 1º andar, Cidade Univ. Prof. José Aloísio de Campos, Universidade Federal de Sergipe Av. Marechal Rondon, s/n – Jardim Rosa Elze, São Cristóvão – SE, 49100-000

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s